Escolha uma Página

Acompanhando integrantes da Administração Municipal de Maximiliano de Almeida, representantes do Consórcio Machadinho estiveram visitando alguns dos pontos turísticos do município no último dia 10 de abril. Os pontos compõem a rota turística que está sendo implantada.

Representando a Administração Municipal, o secretário de turismo Ivonir Rafagnin esteve acompanhando as visitas. De acordo com ele, foi a oportunidade de perceber a forma como o turismo está se desenvolvendo no município. “Foi com um prazer enorme que recebemos o pessoal da Barragem Machadinho. Juntamente com a prefeita e a vereadora Onira, estivemos visitando os pontos turísticos. Tivemos uma tarde onde pudemos ver as partes do turismo onde o município está adquirindo”, disse Ivonir, em sua fala durante o programa informativo semanal de rádio da Prefeitura Municipal, veiculado na última sexta-feira (13).

Um dos proprietários dos pontos turísticos visitados, Moacir da Silva, falou sobre as atividades que desenvolve no Sítio De Olho na Natureza, as quais apresenta aos turistas que visitam o local. “Hoje a natureza está sendo muito destruída. O pessoal está muito com a função da soja, os valores materiais, e estão terminando com a natureza. O meu sítio eu preservo ele, planto mais árvores porque tenho os meus bichinhos em extinção”, revelou. As espécies trabalhadas no sítio são especialmente as abelhas sem ferrão – os meliponídeos.

Em sua fala no programa informativo de rádio, a Prefeita Dirlei destacou que os representantes do Consórcio Machadinho se surpreenderam com tamanha qualidade no trabalho desenvolvido junto aos pontos turísticos. “Eles ficaram encantados de ver o potencial que Maximiliano tem”, disse a prefeita, que agradeceu também a receptividade dos proprietários dos locais visitados.

A chefe do executivo também justificou a ausência em outros pontos turísticos, que não puderam ser visitados nessa primeira oportunidade. “O tempo foi escasso e curto. Nós não conseguimos visitar o artesanato do Arte Max, que é o grupo das mulheres e que também tem muita coisa boa para ser mostrada. A gente não conseguiu chegar também até o Preto Bortolossi, aonde ele tem um trabalho maravilhoso, ele faz móveis, enfim, é um lugar encantador. E também ficou para trás o Locatelli. Então, na próxima vez que o pessoal do Consórcio vier para Maximiliano certamente vamos fazer essas visitas que ficaram para trás”, concluiu Dirlei.

Fechar