Escolha uma Página

O encontro dos hipertensos e diabéticos, realizado periodicamente em Maximiliano de Almeida, teve um momento diferenciado na edição da última quarta-feira (04). A palestra conduzida pelo professor Luiz Ademir da Rosa foi responsável por trazer um momento de motivação aos presentes.

Em sua fala durante o evento, Luiz deu importância especial aos cuidados que cada um deve ter no que se refere ao relacionamento interpessoal, assim como deve ser dada especial atenção à saúde mental. “Trouxemos um pouco da nossa caminhada de quarenta e dois (42) anos que temos, falando sobre a espiritualidade, da família, do amor, da oração, da fé, da perseverança, e acima de tudo, da amizade, do diálogo. Essa é a grande contribuição que trouxemos, grande no sentido do tamanho e da dimensão que esses fatores alcançam na vida de cada um”, disse o professor.

Já em relação aos cuidados que devem ser direcionados à saúde mental pelas pessoas, Luiz foi enfático em dizer: “É essencial. Eu diria que hoje, para os males físicos existem os lugares certos, corretos, e a sequencia dos tratamentos a serem feitos. Mas os males psíquicos que nos abalam, esses não têm cura. Se você perder a fé, a esperança, o amor, a amizade, pode tomar o tipo de medicação que você quiser, ainda vai te prejudicar em muito no seu organismo. Você já não tem mais o raciocínio lógico do crescimento, do amor pelo teu semelhante”, enfatizou.

Também comentando sobre o encontro realizado na última quarta-feira, o secretário de saúde Romeu Bassoli destacou a importância da presença dos que aceitaram o chamado e convidou a população para que compareça nas próximas oportunidades em que for convidada. “Foi muito boa a palestra, o pessoal veio e colaborou. E eu peço para que venham quando a gente tem essas palestras. É muito importante ouvir, não importa a idade, venham ouvir o palestrante, que sempre traz coisas boas para nós”, concluiu.

Fechar